Os cuidados da cirurgia bariátrica na adolescência

Os cuidados da cirurgia bariátrica na adolescência

A obesidade é conhecida como o mal do século e esse problema não escolhe gênero e muito menos idade. O número de pessoas obesas até 19 anos de idade aumentou cerca de 10 vezes em quatro décadas. Diante desse cenário, a cirurgia bariátrica na adolescência surge como uma solução para muitos casos.

No entanto, antes de buscar esse recurso, é importante conhecer alguns cuidados, riscos e indicações desse procedimento cirúrgico nessa fase da vida. Acompanhe o artigo a seguir e saiba mais sobre o assunto.

Obesidade na infância e adolescência

Falar de obesidade infantil como epidemia não é exagero. Para se ter ideia, de acordo com os dados divulgados pelo Ministério da Saúde, no Brasil, 13% dos meninos e 10% das meninas entre 5 e 19 anos sofrem com obesidade ou sobrepeso.

A obesidade nesse período está associada a diversos fatores, entre os principais estão a falta de exercícios físicos e a alimentação desregulada. A vida moderna, acrescida de produtos hipercalóricos e industrializados, além do sedentarismo que ganhou ainda mais adeptos devido a questões como o vício em eletrônicos, deram lugar a números assustadores.

Cirurgia bariátrica na adolescência: cuidados e benefícios

A cirurgia bariátrica é uma solução para obesidade e doenças relacionadas, desde que seja recomendada por médicos. É importante ressaltar que existem publicações que comprovam que não há interferência em realizar a cirurgia bariátrica em menores de idade.

O Ministério da Saúde recomenda que a cirurgia seja realizada em pessoas a partir dos 16 anos. Mas existem situações isoladas em que os médicos recomendam o procedimento antes dessa idade. Nesses casos, é necessário a avaliação de uma equipe transdisciplinar, envolvendo pediatra, endocrinologista, psiquiatra, psicólogo e cirurgião.

Vale dizer que os pacientes menores de idade só devem ser operados quando o IMC estiver acima de 35 e com risco de doenças associadas. Ainda assim, são indivíduos que já fizeram uma investigação completa do caso e todas as tentativas já foram testadas, tendo a cirurgia como último recurso, após um tratamento prévio.

A cirurgia bariátrica na adolescência é uma ferramenta eficaz para mudar substancialmente a vida do jovem em diversos aspectos. Como ponto-chave, podemos destacar a aceitação da autoimagem e a recuperação da autoestima, que são ainda mais fundamentais nessa fase da vida. Outros benefícios como emagrecimento e diminuição dos riscos de doenças associadas também são evidentes.

O apoio da família é fundamental para que os resultados sejam conforme o esperado e duradouros. O comprometimento dos pais e responsáveis faz toda a diferença nesse processo. Recomenda-se que a alimentação da casa seja transformada, assim como o apoio e incentivo dos pais para início das atividades físicas e mudanças de hábitos requeridas no período pós-cirúrgico.

Lembre-se sempre de que a obesidade tem um componente emocional muito importante. Por isso, o acompanhamento de um psicólogo e o apoio dos pais é indispensável.

Quer saber mais sobre a preparação para a Cirurgia Bariátrica? Confira o Guia completo que preparamos. Clique aqui e baixe gratuitamente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *