Como lidar com a ansiedade antes da cirurgia bariátrica

Como lidar com a ansiedade antes da cirurgia bariátrica | Sallet

A cirurgia bariátrica é um dos procedimentos mais procurados pelas pessoas que estão acima do peso e não conseguiram, por meio de outras abordagens, resolver o problema ter algum resultado significativo. Ela traz diversos benefícios agregados, como melhora na autoestima e redução de risco ou agravo de outras doenças relacionadas ao excesso de peso.

Por toda essa transformação física, psicológica e emocional envolvida no processo, é comum que o paciente acabe apresentando ansiedade com o procedimento. A seguir, veja dicas de como lidar com esse sentimento. Acompanhe.

O papel do psicólogo no período pré-cirurgia bariátrica

Quando o assunto é cirurgia bariátrica, sempre falamos também em acompanhamento transdisciplinar. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, as reações do nosso corpo estão totalmente interligadas. E para garantir que tudo ocorra como o esperado, é preciso colocar a saúde em primeiro lugar.

Assim como os exames físicos são extremamente importantes, bem como o acompanhamento com endocrinologista, nutricionista, cirurgião, entre outros especialistas, contar com a ajuda de um psicólogo nessa preparação é crucial.

O psicólogo irá avaliar se o paciente está ciente do impacto das mudanças que virão a partir da cirurgia e se há alguma psicopatologia que possa prejudicar a adaptação comportamental. Além disso, irá ajudar o paciente a lidar com temores e inseguranças que possam estar causando o quadro de estresse pré-cirúrgico e ansiedade.

A obesidade afeta negativamente a vida das pessoas, interferindo em sua saúde, bem-estar psicológico e, inclusive, nas relações pessoais. Por isso, é muito compreensível que o paciente tenha pressa em mudar de vida.

No entanto, a ansiedade, quando se torna um estado contínuo, pode gerar reações involuntárias que, dependendo da situação, podem até interferir no pré-operatório. Um exemplo é o caso de quem passa a comer compulsivamente ou, ainda, desenvolve outros sintomas como taquicardia, suor excessivo, tensão muscular, dores de cabeça, entre outros.

Nesse sentido, o psicólogo contribui significativamente, fazendo a avaliação do paciente que será submetido à cirurgia bariátrica para ajudá-lo a controlar a ansiedade, além de identificar e até corrigir possíveis indicadores de incapacidade em lidar com as mudanças impostas pela cirurgia.

Dicas para controlar a ansiedade antes da cirurgia bariátrica

Além de fazer um acompanhamento psicológico contínuo, também pode ajudar:

  • Respeitar seu próprio tempo.
  • Conversar com outros pacientes que fizeram ou farão a cirurgia bariátrica.
  • Tirar todas as dúvidas com os integrantes da equipe transdisciplinar.
  • Adiar a cirurgia caso ainda não se sinta seguro.
  • Contar com o envolvimento e apoio da família.
  • Com ajuda do psicólogo, encontrar formas alternativas de alívio ou prazer.

É importante ressaltar que, depois da cirurgia bariátrica, ainda é fundamental realizar um acompanhamento psicológico, para que a mudança de hábito e a nova rotina sejam leves, e também para que o paciente continue obtendo ganhos após o procedimento.

Para saber mais sobre o tema, confira o artigo que preparamos sobre a importância do acompanhamento psicológico no tratamento da obesidade e garanta mais qualidade de vida e bem-estar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *