Efeito sanfona: Por que é tão difícil manter o peso após uma dieta?

Efeito Sanfona

Um dos problemas mais comuns e perigosos para quem luta contra o sobrepeso é o efeito sanfona. Veja aqui todos os malefícios que ele pode causar e como fugir dele.

Um dos maiores problemas que pessoas obesas ou com sobrepeso enfrentam é o efeito sanfona. Normalmente ele é causado por dietas muito restritivas que quando terminam, fazem com que a pessoa como muito mais do que comia antes, recuperando todo o peso perdido e alguns quilos a mais.

Veja nesse artigo todos os malefícios a saúde que o efeito sanfona pode promover e conheça técnicas para fugir dele, e ter uma vida mais saudável.

Entenda melhor o efeito sanfona

O corpo humano é a máquina mais perfeita já criada. Quando se altera um hábito alimentar repentinamente, passando de uma alimentação calórica para uma de baixa caloria, como as dietas muito restritivas. O organismo entende que algo de errado está acontecendo, e desacelera o metabolismo, passando a economizar mais energia.

Efeito Sanfona instituto sallet

Assim que a dieta restritiva é findada, e a pessoa, agora mais magra, volta a se alimentar normalmente, o corpo entende que devido ao período de restrição pelo qual ele passou, o mais recomendado é que ele agora economize energia. E passa então a acumular a maior parte da energia ingerida, aumentando assim o tecido adiposo.

E assim acontece o efeito sanfona, fazendo com que a pessoa recupere todos os quilos perdidos e acabe ganhando mais alguns. No entanto, o maior dos problemas relacionado com o efeito sanfona não é o maior ganho de peso posterior, mas, sim todos os malefícios que essa oscilação pode promover a saúde.

 

Malefícios causados pelo efeito sanfona

Além de ter que lidar com um profundo sentimento de frustração, causado pelo ganho excessivo de peso, depois de tanto sofrimento com uma dieta restritiva. O copo fica muito mais suscetível a diversos outros problemas que podem ocorrer devido o efeito sanfona, entre eles estão:

  • Enfraquecimento do sistema imunológico;
  • Aumento dos níveis de colesterol ruim;
  • Hipertensão;
  • Doenças coronárias;
  • Problemas renais;
  • Flacidez e estrias.

 

Como evitar o efeito sanfona?

A maneira mais indicada de conseguir emagrecer sem sofrer com o problema do efeito sanfona, é fazer isso da forma correta. Emagrecer lentamente, comendo de maneira correta, e com acompanhamento médico e a prática de exercícios físicos.

O primordial é evitar dietas restritivas, ao invés disso, prefira a reeducação alimentar. Acompanhe a seguir e conheça algumas dicas simples para evitar esse problema.

  • Evite dietas restritivas, prefira sempre uma reeducação alimentar;
  • Não faça intervalos muito longos entre as refeições;
  • Procure comer sempre de três em três horas;
  • Não pule, nem retire refeições do seu cardápio;
  • Não exclua por completo os carboidratos do seu dia a dia;
  • Coma mais devagar, mastigue bem os alimentos;
  • Prefira um café da manhã generoso e rico em nutrientes;
  • Evite o uso de adoçantes, eles aumentam a absorção de açúcares no organismo;
  • Não tome medicamentos sem prescrição médica;
  • Beba água, quanto mais água você mais hidratado e sem fome você se sentirá;
  • Encontre meios de controlar seu nível de estresse;
  • Mantenha uma rotina de exercícios, mesmo depois de atingir o peso desejado.

 

A reeducação alimentar é a solução para o efeito sanfona

Definitivamente a reeducação alimentar é o melhor jeito de perder peso de maneira saudável e evitar assim o efeito sanfona e todos os problemas que ele pode causar.

O mais indicado é que se busque ajuda médica, procure um endocrinologista ou um nutricionista, e descubra qual o melhor meio de reeducar sua alimentação de maneira personalizada e sem sofrimentos.

 

Entenda melhor o que é a reeducação alimentar

A reeducação alimentar nada mais é que uma mudança de hábitos alimentares implantada vagarosamente, onde os alimentos calóricos são substituídos por outros mais saudáveis, e os hábitos ruins como longos intervalos entre as refeições são abolidos.

É fundamental deixar claro que esse não é um processo que acontece da noite para dia, as mudanças precisam ser impostas pela pessoa todos os dias, até que se tornem comuns, hábitos diários.

A reeducação alimentar é muito mais que uma dieta, e um caminho para ensinar ao seu corpo uma maneira mais saudável de se alimentar e comportar. E isso leva tempo!

 

Efeito Sanfona instituto sallet 2

 

Por que comer de três em três horas?

Quando você alimenta seu corpo de três em três horas, ele permanece sempre abastecido, e você, consequentemente não sente muita fome. Isso, além de evitar refeições exageradas, faz com que seu organismo se mantenha sempre ativo, acelerando seu metabolismo e promovendo assim uma queima de gordura mais fácil.

Por isso, é tão recomendado que as pessoas comam alguma coisa de três em três horas, mas fique atento, evite ingerir alimentos muito calóricos. O mais indicado é que você coma porções pequenas de alimentos como frutas, castanhas, carboidratos integrais, enfim, alimentos mais saudáveis e menos calóricos.

 

Definitivamente o caminho mais recomendado para pôr um fim no efeito sanfona é a reeducação alimentar e a prática de exercícios físicos. Os médicos da área de endocrinologia e nutrição podem ser os mais indicados para esses programas.

Veja também essa matéria muito interessante sobre Doenças ligadas ao sobrepeso – Saiba mais sobre este perigo silencioso.

Gostou desse artigo? Não deixe de compartilhar com outras pessoas essas informações!

E se você tiver indicação para uma cirurgia bariátrica? Baixe agora mesmo o nosso e-book e conheça as principais técnicas disponíveis para redução de estômago e controle da obesidade.

2 comments on “Efeito sanfona: Por que é tão difícil manter o peso após uma dieta?

Comments are closed.