Qual a melhor técnica cirúrgica? Bypass Gástrico ou Sleeve Gástrico? Conheça as diferenças.

A cirurgia bariátrica é uma solução muito eficiente para quem luta contra a obesidade, sofre de alguma doença metabólica ou precisa perder grandes quantidades de peso por motivos de saúde. Dentre os tratamentos cirúrgicos oferecidos, duas técnicas se destacam pelos excelentes resultados alcançados: o Bypass Gástrico e a Sleeve Gástrico.

Ambos são procedimentos seguros e muito efetivos contra a obesidade, no entanto, são realizados de maneiras diferentes, sendo indicados a partir de critérios específicos. 

Para compreender um pouco mais sobre Bypass Gástrico e Sleeve e suas indicações, continue a leitura!

O que é o Bypass Gástrico?

Também denominado como Gastroplastia Vertical com Bypass Gástrico em Y de Roux por Videolaparoscopia, é a técnica cirúrgica mais realizada no Brasil, correspondendo a 75% das cirurgias bariátricas feitas no país.

Trata-se de um procedimento considerado “padrão ouro”, devido aos resultados consistentes e duradouros que apresenta aos pacientes que se submetem à cirurgia e seguem corretamente as orientações da equipe transdisciplinar.

O Bypass é uma técnica que consiste em “construir” um novo pequeno reservatório gástrico com volume bem reduzido (cerca de 50ml) e costurar este reservatório ao intestino, mais abaixo, tornando o caminho percorrido pelo alimento, cerca de um metro mais curto. Desta maneira, a quantidade de alimentos ingeridos, bem como a absorvida, são menores. 

Por meio do Bypass Gástrico é possível eliminar entre 60% e 70% do peso inicial do paciente ao final do tratamento, assim como reduzir a produção de Grelina – conhecido como “o hormônio da fome” – que promove a sensação de saciedade e o ajuda a controlar a ingestão de alimentos de forma exagerada.

O restante do estômago e o intestino desviado não são retirados do organismo, o que concede um caráter reversível à cirurgia. 

 

O que é a cirurgia Sleeve Gástrico?

Conhecida também como Gastroplastia Sleeve e Gastroplastia em Manga por Videolaparoscopia, a Sleeve Gástrico é uma técnica de cirurgia bariátrica restritiva.

Consiste na construção de um novo estômago em forma de um tubo fino através da remoção de 70% a 80% do estômago original, restringindo a ingestão alimentar. Por ser um procedimento de modificação do órgão digestório, é um procedimento irreversível, porém, pode ser transformado, em caso de insucesso, em qualquer outra técnica bariátrica regulamentada.

Por conta da retirada do fundo gástrico, o paciente deixa de produzir a Grelina, hormônio que tem um papel diretamente relacionado ao apetite e à sensação de saciedade.

 

Quais são as principais diferenças entre os procedimentos?

Ambas as técnicas de cirurgia bariátrica são seguras, eficientes e promovem alterações benéficas ao organismo do paciente. No entanto, há algumas diferenças na forma como as cirurgias são realizadas e os resultados alcançados. 

 

Bypass Gástrico

  • Procedimento: o cirurgião anexa um pequeno reservatório gástrico ao intestino para contornar o estômago. Conforme o caso, pode ser reversível.
  • Tempo de recuperação: 2 a 4 semanas.
  • Riscos e complicações: Risco de síndrome de dumping.
  • Resultados da perda de peso: os pacientes podem esperar perder de 40% a 45% do excesso de peso nos primeiros 3 meses de cirurgia.

 

Sleeve Gástrico

  • Procedimento: o cirurgião remove uma parte do estômago, resultando em um órgão  em forma de tubo (manga). É um procedimento irreversível.
  • Tempo de recuperação: 2 a 4 semanas.
  • Riscos e complicações: Menor risco de síndrome de dumping.
  • Resultados de perda de peso: os pacientes podem esperar perder peso a uma taxa mais lenta e constante. Nos primeiros 12 a 18 meses, eles podem perder de 60 a 70% do excesso de peso inicial.

 

Bypass Gástrico ou Sleeve Gástrico: há uma técnica melhor?

Optar por um ou outro procedimento só é possível após uma meticulosa avaliação transdisciplinar, que envolve o quadro clínico, psicológico, além de fatores específicos do paciente — como seu histórico, comorbidades associadas, perfil alimentar, hábitos sociais e rotinas..

Sendo assim, não é possível eleger uma técnica melhor que a outra. Existe aquela que é mais indicada para cada caso, de modo pessoal e  individualizado.

Independentemente do procedimento bariátrico, tanto o Bypass Gástrico, como a Sleeve são técnicas cirúrgicas muito eficientes, desde que haja a aderência do paciente aos novos hábitos e ao programa de tratamento bariátrico disponibilizado pela equipe transdisciplinar que o acompanhará no pós-cirúrgico.

Lembre-se que, toda cirurgia bariátrica só terá sucesso se for acompanhada de mudanças alimentares e comportamentais, associadas ao acompanhamento profissional. Esta é a chave do sucesso para resultados duradouros.

Para saber mais, você também pode encontrar informações importantes em nosso Guia Prático para quem precisa fazer uma cirurgia bariátrica, que pode ser baixado gratuitamente aqui.  Lá, você saberá detalhes sobre os procedimentos bariátricos e esclarecerá dúvidas sobre tratamentos eficazes contra a obesidade. Conte com o Instituto de Medicina Sallet!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *