IMS no portal “Jornal A Hora” – Terapia com análogos auxilia no combate à obesidade

Terapia com análogos auxilia no combate à obesidade

Substâncias imitam ação de hormônio fisiológico e atuam no retardo do esvaziamento gástrico e aumento da saciedade; nova injeção semanal aprovada pelo FDA proporcionou uma perda de peso média de 15 quilos em um ano e meio de uso.

O tratamento clínico para combate à obesidade ganhou um novo impulso nos últimos anos com o uso dos medicamentos análogos do GLP-1, um hormônio produzido pelo intestino. As medicações liraglutida e a semaglutida, originalmente abordadas no tratamento do diabetes, são os principais alvos das pesquisas nesse sentido.

Em dezembro passado, a agência americana FDA aprovou a liraglutida em injeção de 3 mg para adolescentes com índice de Massa Corporal (IMC) maior ou igual a 30 kg/m2. A decisão foi baseada nos resultados do estudo SCALE Teen, que mostrou que o uso da dose única diária em adolescentes obesos, associada à mudança de hábitos, levou a uma redução de peso significativamente maior em comparação com o placebo.

Conforme a endocrinologista do Instituto de Medicina Sallet, Renata Midori, essas drogas agem imitando a ação do peptídeo-1 semelhante ao glucagon, mais conhecido como GLP-1. Produzido pelas células L intestinais, esse hormônio atua especialmente na regulação da glicose e no retardo do esvaziamento do estômago, induzindo à saciedade e redução do apetite.

Leia a matéria completa CLICANDO AQUI

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *