O impacto dos exercícios físicos para pacientes que querem ou já fizeram cirurgia bariátrica

A atividade física é um complemento no tratamento da obesidade e doenças associadas. Desse modo, os pacientes que estão prestes ou se submetem a um procedimento bariátrico precisam ter uma vida de treinos adequada para obter resultados consistentes.

O Dr. José Afonso Sallet, médico-cirurgião e CEO do Instituto de Medicina Sallet, conversou com o personal trainer Paulo Henrique em uma live exclusiva sobre o impacto do treino de força para os pacientes bariátricos.

A atividade física é um complemento no tratamento da obesidade e doenças associadas. Desse modo, os pacientes que estão prestes ou se submetem a um procedimento bariátrico precisam ter uma vida de treinos adequada para obter resultados consistentes.

Dessa forma, confira as principais perguntas que foram respondidas durante o encontro:

 

Qual a importância dos exercícios físicos pré-cirurgia bariátrica?

Antes da cirurgia bariátrica, a recomendação é trabalhar bastante a parte muscular, para preparar o corpo para o impacto que ele terá com o procedimento cirúrgico. Afinal, com a perda de peso rápida, também irá existir perda de massa muscular, por isso é tão importante a preparação no período pré-cirúrgico com a musculação.

Há casos, também, em que o paciente precisa perder alguns quilos para poder se submeter à cirurgia bariátrica. Nessas situações, a prática dos exercícios físicos é essencial e ajuda na perda de peso.

 

E qual a importância dos exercícios no período pós-cirúrgico?

Após a cirurgia bariátrica, é recomendado que o paciente comece a caminhar logo nos primeiros dias após a realização do procedimento para estimular o corpo, seu bem-estar e evitar complicações de saúde diversas.

Já para a prática de musculação, será preciso seguir a recomendação da equipe transdisciplinar e de seu cirurgião, podendo ser liberada, normalmente, depois de 30 dias da cirurgia bariátrica.

 

Qual o papel da musculação na recuperação da massa muscular no pós-operatório?

A cirurgia bariátrica tem como objetivo a perda de peso aguda, sobretudo nos primeiros três a seis meses após a realização do procedimento. E isso, claro, leva a uma repercussão metabólica nutricional com a “queima”, não só de gordura, como também de nossa reserva de musculatura.

Com um bom plano multidisciplinar(dieta+atividade física), é possível minimizar esse efeito, preservando mais a massa magra e perdendo mais gordura. Isso é essencial para a saúde integral do paciente.

Afinal, com a perda de massa magra, há impacto na estrutura corporal, deixando joelhos e a coluna, por exemplo, com mais pressão. É por isso que a musculação é tão importante para o paciente bariátrico.

Entretanto, a recomendação não é a realização de atividades de musculação convencionais. O paciente que passou pela cirurgia bariátrica precisa de uma rotina de exercícios mais completa, de fortalecimento, de modo a evitar os efeitos negativos associados à perda de massa magra pós-cirurgia.

Nesse sentido, os exercícios aeróbicos são importantes para manter o condicionamento físico e a otimização cardiovascular. O ideal, portanto, é buscar um plano individualizado de musculação, associado às mudanças na alimentação, orientadas pela equipe de nutrição que devem incluir suplementos e vitaminas.

 

Como os exercícios podem ajudar a minimizar a flacidez após a cirurgia bariátrica?

Isso depende de fatores como a idade do paciente, quantidade de gordura perdida, entre outros. Se o paciente tiver muito acúmulo de pele, pode ser necessária uma cirurgia reparadora. A musculação ajuda, mas não pode evitar a flacidez nesses casos.

 

Por que ocorre recidiva de peso em alguns casos?

O paciente que se submete a uma cirurgia bariátrica deve saber que não há milagre. É preciso mudar hábitos e seguir cuidadosamente as orientações da equipe multidisciplinar.

Alguns pacientes que ganham peso novamente após o procedimento não conseguem a mudança comportamental esperada, que inclui a prática de exercícios físicos regularmente por toda a vida e ajustes em sua alimentação. Sem isso, o peso realmente poderá voltar gradativamente.

 

Assista à live e confira todas as informações apresentadas pelos especialistas. E se quiser saber mais sobre as atividades físicas indicadas para a sua fase do tratamento, entre em contato conosco!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *