Duodenal Switch: O que é e seus benefícios

Duodenal Switch: O que é e seus benefícios

Existem diferentes técnicas reconhecidas e recomendadas mundialmente para se realizar a cirurgia bariátrica. Entre elas, está o Duodenal Switch

A cirurgia bariátrica, independentemente da técnica adotada, é uma alternativa de tratamento para combater a obesidade e outras doenças metabólicas. As diferentes técnicas para realização do processo cirúrgico atendem a propósitos diferentes.

O Conselho Federal de Medicina (CFM) reconhece as técnicas: bypass gástrico (a mais utilizada no Brasil), gastrectomia vertical (sleeve), banda gástrica ajustável e Duodenal Switch. Neste artigo, descubra mais sobre essa última técnica.

Entenda como é realizada a técnica Duodenal Switch

Criada em 1978, a técnica Duodenal Switch é responsável por apenas 5% dos casos de cirurgia bariátrica atualmente.

Isso porque, entre outras coisas, ela é recomendada para casos extremos de obesidade e diabetes grave. O procedimento é feito a partir de uma técnica mista, por meio da qual é retirado aproximadamente entre 60 e 80% do estômago. Ainda assim, a anatomia básica do órgão e sua fisiologia de esvaziamento são mantidas.

O processo se refere à associação entre gastrectomia vertical e desvio intestinal, o que reduz a absorção dos nutrientes, favorecendo o emagrecimento.

Na prática, podemos dizer que a cirurgia desvia o trânsito intestinal, abrindo dois caminhos separados, unidos por uma única alça. O caminho mais curto é responsável por levar o alimento do estômago ao canal comum, enquanto o mais longo transporta a bile para o canal comum.

A técnica é indicada para pacientes que tenham IMC acima de 40Lg/M², com doenças associadas e que apresentem necessidade extrema de redução de peso. O médico cirurgião, junto à equipe transdisciplinar e o paciente, decidem em conjunto qual será a cirurgia bariátrica ideal para o caso específico do paciente.

De modo geral, a recuperação é rápida. As atividades leves são retomadas após 15 dias e as mais pesadas em torno de 60 dias.

Principais benefícios da técnica Duodenal Switch

Primeiramente, é importante ressaltar que os benefícios, assim como nos demais procedimentos, dependem em boa medida da dedicação do paciente e da adoção consistente de novos hábitos. O acompanhamento médico, a princípio, deve ser mensal e depois a cada três meses, exceto se surgirem problemas inesperados.

De modo geral, os principais benefícios relacionados à técnica Duodenal Switch são:

  • O procedimento leva à perda de 75% a 85% do excesso de peso inicial, uma porcentagem consideravelmente maior em relação às demais.
  • A absorção de gordura é reduzida para 20%, contribuindo para a perda de peso.
  • Proporciona perda e boa manutenção de peso no longo prazo (claro, seguindo-se as orientações da equipe transdisciplinar).
  • Há menos restrição da ingestão alimentar.
  • O reservatório gástrico é completamente acessível aos métodos de investigação radiológica e endoscópica.
  • Contribui consideravelmente no controle e na diminuição de doenças relacionadas à obesidade, melhorando a qualidade de vida do paciente.

Para saber mais sobre essa e as demais técnicas e outras informações importantes sobre o procedimento cirúrgico, baixe o e-book que preparamos com um guia prático para quem precisa fazer uma cirurgia bariátrica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *