Como otimizar resultados após o primeiro ano de cirurgia bariátrica

COMO OTIMIZAR OS RESULTADOS APÓS O PRIMEIRO ANO DE CIRURGIA BARIÁTRICA - Sallet

Texto escrito com base na live https://www.youtube.com/watch?v=w9rEyBJTVEc 

 

No primeiro ano após cirurgia bariátrica a perda de peso acontece numa curva mais ascendente em relação à perda de peso. A taxa de metabolismo basal (TMB) é a quantidade de energia necessária para a manutenção das funções vitais do organismo, sendo medida em condições padrão de jejum, repouso físico e mental em ambiente tranqüilo com controle de temperatura, iluminação e sem ruído (Bursztein et al., 1989; Garrow, 1974; Harris & Benedict, 1919). Neste primeiro ano de pós-operatório de cirurgia bariátrica e metabólica, a TMB é expressivamente maior. 

No primeiro ano se tem mais mitocôndrias nas células intestinais, a microbiota é mais saudável e, portanto, mais ativa, o que acelera o metabolismo. Temos uma ação muito eficiente dos hormônios no primeiro ano do pós-operatório e isso pode tendenciar a não nos preocuparmos tanto com o acompanhamento médico, já que fisicamente, os resultados estão aparecendo. 

 

Passou o primeiro ano e eu não sei como meu corpo realmente está em relação a cirurgia. E agora?

O acompanhamento tardio é comum, embora o ideal seja o acompanhamento constante. Mas nunca é tarde para começar a se cuidar.

 Devemos sempre lembrar que a obesidade é uma doença e por isso precisamos cuidar dela de uma forma diferenciada. A cirurgia traz resultados eficazes e as pessoas melhoram sua condição de saúde. Entretanto, é necessário ter um acompanhamento contínuo. A cirurgia pode diminuir as comorbidades, mas se o estilo de vida não alterar para uma vida saudável a cirurgia não trará resultados sustentáveis. A conduta e a responsabilidade são compartilhadas entre paciente e equipe médica. Não se pode esperar apenas o trabalho da equipe transdisciplinar para o sucesso. 

Ao decidir fazer uma cirurgia bariátrica e metabólica é preciso pensar num planejamento. Não adianta achar que a cirurgia vai “resolver a vida”. É uma grande mudança de estilo de vida com novos hábitos e rotinas. A cirurgia começa mais ou menos seis meses antes da operação. A partir do momento em que o paciente tem um contato com algum profissional da equipe multidisciplinar. A cirurgia em si é o mais fácil dos processos. 

Um pré-operatório bem feito é um preditor de um resultado positivo a longo prazo. 

 

Pacientes Tardios

Quando um paciente ficou o primeiro ano pós cirurgia sem atendimento é importante que uma consulta com a equipe transdisciplinar aconteça para avaliação de como estão os resultados para aí sim poder direcionar o tratamento. Nem sempre a perda de peso é positiva, isso porque há diferença entre perda de gordura e perda de músculo.  

A composição corporal do ser humano é feita de músculos, gorduras e água. Antes da cirurgia acontecer, é feita uma medição desta composição para servir de parâmetro inicial. No Instituto de Medicina Sallet, trabalhamos com um Scanner 3D que possibilita a mensuração destes índices em menos de 1 minuto. O equipamento mapeia todas as circunferências do corpo e com isso é possível fazer a comparação entre imagens iniciais e as imagens atuais para melhor visualização do processo. 

De acordo com essa análise a equipe consegue projetar possíveis resultados de acordo com a frequência, intensidade  e duração das atividades. Não há um exercício ideal ou específico para se fazer. É recomendado exercícios rotineiros e alimentação que otimizem a massa muscular. 

Independente de um corpo ser obeso ou não, a partir dos 30 anos a massa muscular começa a ser perdida e essa descida é rápida, por isso a importância de manter e aumentar a massa muscular o quanto antes. E para aumentar esta massa, são necessários exercícios que façamos força. Como por exemplo musculação, exercícios funcionais e exercícios localizados. Para desenvolver a massa muscular precisamos dar intensidade de peso e ir alterando e dando estímulos diferentes para o músculo não se acostumar e o exercício perder o benefício.

Não há desculpas para não se exercitar. Alguns exercícios básicos podem ser feitos em casa. Improvisar alguns pesos com garrafa de produto de limpeza e sacos de alimentos é uma das alternativas. Se preferir, você pode comprar a Fita TRX que trabalha o peso do próprio peso. 

Além da força, é importante trabalhar a flexibilidade pois ela ajuda no controle de lesões. 

Precisamos ter em mente que não é possível transformar gordura em músculo. O que é possível fazer é fortalecer o corpo de uma forma global para conseguir aumentar o gasto energético e com isso emagrecer de forma saudável. 

O descanso também é importante para ganho de massa muscular. É importante prestar atenção em nossa rotina de exercício e alimentação para não entrarmos no efeito platô (acomodação do corpo frente a algum estímulo repetitivo, que pode ser a alimentação ou a sequência dos treinos).

Existem mecanismos de autoproteção da obesidade. E por isso a atividade física e bons hábitos alimentares são fundamentais como ferramenta de bons resultados a longo prazo. 

Quanto mais massa muscular tivermos, mais rápido fica o metabolismo e esse ciclo nos ajuda no controle de peso. Precisamos sempre aliar o exercício físico com a alimentação adequada. 

Uma recomendação para uma alimentação saudável é ter um prato equilibrado. Para ilustrar pense que metade do prato deve ser composto por proteína (origem animal) e alguns grãos, 25% de sua refeição é composta por frutas, verduras, saladas (vitaminas/minerais) e os 25% restantes de carboidratos bons (integrais).

Como a dieta inicial de pós operatório é bem restrita é necessário e muito importante a suplementação com whey protein pois não conseguimos suprir as necessidades do corpo apenas com alimentos de origem vegetal e origem animal. Existem diversas maneiras de balancear a alimentação e manter a suplementação com whey protein – confira a seção nossas receitas para ter inspiração de comidas gostosas e criativas com whey protein -. 

 

Exercícios a nosso favor

Se sua massa corpórea aumenta, você ganha mais força. Por esse motivo, pessoas obesas têm mais facilidade em fazer musculação que exercício aeróbico (que requer resistência ao invés de força). É importante focar no que se tem de melhor, para que o resultado seja otimizado. Planejamento, persistência e acompanhamento especializado são as peças-chave para uma vida saudável pós cirurgia bariátrica e metabólica. 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *