Cirurgia bariátrica e o controle de diabetes: qual a relação?

Cirurgia bariátrica e o controle de diabetes- qual a relação - Instituto Sallet

O diabetes cresceu 61,8% em 10 anos na população brasileira, entre 2006 a 2016, segundo informação do Governo Federal.  Essa doença causa diversos transtornos para o indivíduo, que precisa fazer o seu controle para ter uma vida mais saudável – uma das formas é por meio da cirurgia bariátrica, que além de oferecer ótimos resultados no tratamento da obesidade, também pode controlar o diabetes.

Assim, conheça qual a relação entre o controle de diabetes tipo 2 e a cirurgia bariátrica.

Tipos de diabetes

Primeiramente, é preciso conhecer os tipos de diabetes:

Diabetes tipo 1

O diabetes tipo 1 geralmente ocorre em pessoas magras. O pâncreas da pessoa com a doença não produz insulina, por isso é necessário a reposição da insulina, além da mudança em seu estilo de vida, como ter uma alimentação saudável e realizar atividades físicas.

Diabetes tipo 2

O tipo 2 é mais frequente em pessoas obesas, a partir dos 40 anos, e também em pessoas que já tenham casos na família.

É o tipo mais comum. Nessa doença o pâncreas não produz insulina suficiente ou não realiza de forma adequada a diminuição da glicemia. Assim, é necessário fazer o seu controle para evitar diversos problemas de saúde causados pelo diabetes tipo 2.

Relação entre cirurgia bariátrica e o controle de diabetes

Ao submeter-se a uma cirurgia bariátrica para o controle de diabetes, o paciente tem a redução da grelina, hormônio produzido pelo estômago e responsável pelo controle da fome e saciedade. Na cirurgia bariátrica com redução do tamanho do estômago ocorre uma queda da produção de grelina e consequentemente, o paciente tem menos fome.

Além disso, com a cirurgia bariátrica o alimento possui uma digestão mais acelerada, o que ajuda na liberação de hormônios, entre eles o GLP 1, que age sobre o pâncreas na produção de mais insulina. Dessa forma, ocorre a diminuição do açúcar no sangue.

Por fim, a cirurgia bariátrica causa o emagrecimento e, com isso, a insulina trabalha melhor no corpo, controlando o diabetes tipo 2.

Benefícios da bariátrica para diabéticos tipo 2

A cirurgia bariátrica oferece muitos benefícios como:

  • Controle de diabetes tipo 2;
  • Emagrecimento saudável;
  • Controle e diminuição de doenças relacionadas a obesidade;
  • Maior qualidade de vida.

 

Confira abaixo o vídeo que trata do assunto, apresentado pelo Dr. Sallet:

 

 

Indicações, contraindicações e restrições

Para realizar a bariátrica para o controle de diabetes, o paciente precisa se adequar às indicações, contraindicações e restrições definidas pelo Conselho Federal de Medicina (CFM):

  • Idade mínima de 30 anos;
  • Idade máxima de 70 anos;
  • Ter menos de 10 anos de diagnóstico de diabetes;
  • IMC entre 30 kg/m2 e 34 kg/m2;
  • IMC maior 35 kg/m2;
  • Diabetes não controlado
  •  Comprovação de outros tratamentos sem sucesso para controle do diabetes.

 

É sempre bom lembrar que apesar das indicações, o recomendado é consultar sua equipe transdisciplinar e realizar uma avaliação criteriosa do seu caso, a fim de saber se há indicação cirúrgica ou não para o seu tratamento de diabetes tipo 2.

Gostou de saber sobre a relação entre o controle do diabetes e a cirurgia bariátrica? Então aprofunde-se no assunto e leia também o artigo “Cirurgias bariátricas: o que são, quais as indicações e quem realiza”!

10 comments on “Cirurgia bariátrica e o controle de diabetes: qual a relação?

  1. Minha esposa tem 62 anos, pesa 72 kg, tem 1,60 de altura, é diabética e está sem controle. Ela também está concluindo um tratamento de câncer de mama. Ela pode fazer cirurgia bariátrica para controle do diabetes?

  2. A possibilidade da realização da cirurgia está para o paciente com IMC entre 35,00 e 39,99 (desde que tenha alguma comorbidade – doença associada à obesidade). IMC a partir de 40,00, não há necessidade de qualquer comorbidade. Pelos dados apresentados, a paciente está em “sobrepeso”. Sugerimos buscar por atendimento de um profissional para orientações quanto ao diabetes.

  3. meu esposo e diabético tipo 2 e agora esta em uso de insulina com IMC de 35, ele pode deixar de usar a insulina com a cirurgia bariatica

  4. Poxa eu atendo todos os requisitos, porém me tornei diabética aos 33 anos e hoje tenho 53 anos, ou seja já sou diabética a 20 anos.
    Já perdi 47 kilos com reeducação e não consigo controlar os indices glicêmicos.
    Então por ser diabética a tanto tempo não posso realizar a cirurgia?

  5. Olá, Tereza!

    Como vai?

    Agradecemos o seu contato.

    Neste caso, sugerimos que busque por uma consulta de avaliação.

    Caso haja interesse, entre em contato conosco (11) 3046-9393.

    Estamos a disposição!

    Atenciosamente,

  6. Boa noite
    Minha sogra fez essa cirurgia a cinco anos a glicose dela e sempre muito baixa até hoje dela chegar até passar mal de tão baixa, mas ela continua fazendo uso da insulina , ela fala que a médica não que cortar a insulina e que mesmo assim vai ter que usar para resto da vida , nós ficamos sem entender, pq ela já chegou até desmaiar com glicose muito baixa.

  7. Boa tarde, Adilece!

    Como vai?

    Agradecemos o seu contato.

    Se a sua sogra possui diabetes tipo 1, é necessário manter o uso contínuo da insulina sim. No entanto, essas ocorrências não são normais. Poranto, o ideal é que ela tenha um acompanhamento profissional mais de perto, para que seja avaliado a alimentação e as doses da medicação.

    Caso tenha qualquer dúvida ou necessidade, estamos inteiramente à disposição!

    Atenciosamente,

    Equipe de Comunicação

  8. O paciente com mais de 10 anos de diagnóstico de diabetes, não pode fazer a cirurgia, ou após esse longo período da doença diagnósticada, faz com que a eficiência do procedimento cirúrgico não seja de 100%?

  9. Leornardo,

    Bom dia,
    Sempre recomendamos que o caso seja avaliado por um de nossos cirurgiões, independente do tempo de diagnóstico da diabetes tipo 2, se ela foi bem tratada e controlada, existem chances da remissão da doença com o procedimento. Ficamos aguardando seu contato para agendarmos.

    Att.
    Ana Beatriz Guiesser
    Dep. Comunicação do Instituto de Medicina Sallet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *