Apelidos do açúcar: paciente bariátrico, preste atenção na composição nutricional dos alimentos que você consome!

A ingestão de açúcar no pré-operatório pode ser um agravante para qualquer quadro de obesidade e, após o procedimento, é algo que necessita ser evitado na dieta do paciente bariátrico. Saiba como identificar as diferentes formas de apresentação do açúcar nas embalagens dos alimentos e porque é importante evitá-lo nas diversas fases do seu tratamento.

O açúcar é um mestre do disfarce: Só porque você não vê seu nome explicitado na lista de ingredientes ao conferir o rótulo nutricional da embalagem de um produto no supermercado, não quer dizer que ele não esteja ali.

Existem muitos nomes e apelidos para o açúcar. Muitas vezes, ele aparece de duas ou três formas no mesmo produto, o que torna mais fácil para os fabricantes de alimentos esconder a quantidade exata de carboidratos do produto. Glicose, melaço, xarope, enquanto esses termos são mais óbvios de identificar, algumas nomenclaturas usadas na indústria alimentícia mascaram esse nutriente tão prejudicial para as dietas low carb.

Por isso, nós do Instituto Médico Sallet, preparamos uma lista de termos para que você conheça um pouco mais sobre os principais apelidos do açúcar e porque é importante identificá-los antes de comprar e ingerir um alimento.

Por que é importante conhecer os apelidos do açúcar?

Conhecer os apelidos do açúcar e analisar rótulos é fundamental para garantir que você realmente esteja reduzindo o consumo de alimentos pobres em nutrientes e ricos em calorias. Pacientes bariátricos, em especial, devem reduzir o consumo de açúcares em todas as suas formas no período pré-operatório, a fim de não prejudicarem o preparo cirúrgico e evitar inflamações. Após o procedimento, os pacientes bariátricos são orientados a não consumirem açúcares a fim de evitar a Síndrome de Dumping, também conhecida como esvaziamento gástrico rápido, situação caracterizada pela passagem rápida dos alimentos gordurosos ou bastante açucarados entre o estômago e o intestino. Ela pode manifestar-se em pacientes que passaram por cirurgia bariátrica ou metabólica, em decorrência da mudança anatômica do estômago. Pode provocar dores de cabeça, cólicas, tonturas, náuseas e desmaios.

Não fazer essa análise dos rótulos nutricionais no supermercado pode levar pacientes que possuem restrição de ingestão de açúcar a comprar um produto inadequado para o tratamento e que poderá trazer desconfortos e outras complicações.

Produtos com excesso de açúcares fornecem as chamadas calorias vazias, pois, além do excesso do ingrediente, são pobres em vitaminas, minerais e fibras.

Ademais, o alto consumo desses produtos desequilibra a dieta e aumenta as chances para o desenvolvimento de doenças, incluindo diabetes, doenças cardiovasculares, agravamento de casos de obesidade, entre outras.

Por tudo isso, é fundamental conhecer os apelidos do açúcar e conferir a lista de ingredientes dos produtos antes de comprá-los. Além da presença do ingrediente, lembre-se que é essencial analisar a quantidade de açúcar por porção..

Outro ponto importante é dar preferência à ingestão de alimentos naturais e evitar colocar açúcar ou adoçantes artificiais nos em bebidas — se precisar, utilize adoçantes naturais, como stevia, xylitol e eritritol.

 

Quais são os principais apelidos do açúcar contidos nos rótulos dos alimentos?

A melhor maneira de garantir que você não está consumindo açúcares adicionados em excesso é adquirir o hábito de sempre verificar a lista de ingredientes no rótulo nutricional indicado nos rótulos dos produtos antes de comprá-los. Entre os principais apelidos do açúcar, estão:

‍Açúcares Simples Básicos (monossacarídeos e dissacarídeos):

  • Dextrose
  • Frutose
  • Galactose
  • Glicose
  • Lactose
  • Maltose
  • Sacarose

Açúcares Sólidos ou Granulados:

  • Açúcar de beterraba
  • Açúcar mascavo
  • Cristais de caldo de cana
  • Açúcar mascavo
  • Açúcar de coco
  • Açúcar de confeiteiro
  • Frutose cristalina
  • Açúcar de tâmara
  • Açúcar demerara
  • Dextrina
  • Malte Diastático
  • Etil maltol
  • Açúcar dourado
  • Sólidos de xarope de glicose
  • Maltodextrina
  • Sucanat
  • Açúcar amarelo

Açúcares Líquidos ou Xarope:

  • Néctar/Xarope de Agave
  • Malte de cevada
  • Melaço de Blackstrap
  • Xarope de alfarroba
  • Caldo de cana evaporado
  • Xarope de ouro
  • Xarope de milho rico em frutose
  • Açúcar invertido
  • Xarope de malte
  • Xarope de bordo
  • Melaço
  • Xarope de arroz
  • Xarope de sorgo

E o que é açúcar adicionado?

Os açúcares são um tipo de carboidrato por vezes chamado de “carboidratos simples”. Os açúcares ocorrem naturalmente em muitos alimentos, como a frutose encontrada nas frutas ou a lactose no leite e que são menos prejudiciais do que os açúcares refinados ou ultraprocessados.

Entretanto, em alguns casos, os fabricantes de alimentos também adicionam açúcares extras na composição do alimento com intuito de intensificar o sabor de modo artificial.

O açúcar pode ser adicionado ao tempero para salada, à manteiga de amendoim ou ao molho de tomate. Outro exemplo comum, é a inserção do adoçante como forma de espessante, usado para engrossar ou adicionar textura aos alimentos.

Dessa forma, o paciente bariátrico que precisa mudar seus hábitos alimentares e seguir uma dieta mais equilibrada, deve estar ciente dos açúcares adicionados e evitá-los a fim de não exceder as diretrizes recomendadas e não prejudicar o processo de emagrecimento.

Quer saber mais sobre este e outros assuntos, entre em contato conosco em nossos canais de atendimento e agende uma consulta com nossa equipe de nutrição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *