A importância do planejamento alimentar nos resultados dos programas de emagrecimento

Em busca de emagrecimento, muitas pessoas seguem dietas recomendadas por conhecidos ou até mesmo vão atrás de fórmulas da internet. No entanto, o resultado dificilmente é satisfatório. Pior do que isso, na maioria das vezes, se privam de vários alimentos, sofrem com as dietas e ainda colocam a saúde em risco. Para emagrecer de forma saudável, o acompanhamento profissional necessário e o planejamento alimentar são ferramentas indispensáveis.

Saiba mais sobre esse importante recurso e como elaborá-lo de forma prática e funcional.

Todo mundo já seguiu uma dieta que não surtiu nenhum efeito. Às vezes, até traz algum resultado no começo, mas logo depois voltamos a ganhar peso e todo o esforço vai por água abaixo. Há diversos motivos para isso acontecer, mas a raiz principal está em seguir um plano não-personalizado e que não considera fatores individuais. Dietas da moda, compartilhadas por conhecidos ou tiradas da internet não consideram preferências alimentares, rotinas ou mesmo o estado de saúde de quem precisa emagrecer.

Quando o processo de emagrecimento é acompanhado por um profissional, todas as necessidades do indivíduo são consideradas e um programa alimentar é elaborado de forma consciente e equilibrada.

O planejamento alimentar é um instrumento que permite manter a disciplina e a qualidade na seleção de alimentos e a organização da rotina de refeições. Por isso, é a chave para o emagrecimento saudável e sustentável.

Mas o que é o planejamento alimentar?

Simplificando, o planejamento alimentar envolve a organização de todas as suas refeições para um período (semana ou mês), considerando as particularidades e características individuais. É o processo de desenvolver um cardápio alinhado às suas necessidades e objetivos, elencando quais alimentos devem fazer parte de sua rotina para alcançar um resultado saudável e duradouro.

Por isso, o planejamento alimentar sempre deve ser elaborado por um profissional de nutrição, que vai estabelecer a quantidade e as combinações ideais de alimentos e os nutrientes necessários na composição dos seus pratos, além de outros detalhes que otimizarão seus resultados.

Quais são os benefícios e como o planejamento alimentar ajuda no emagrecimento?

Com o planejamento alimentar, é mais fácil emagrecer com saúde, fazendo escolhas mais equilibradas e conscientes de alimentos do ponto de vista nutricional e metabólico.

O planejamento descreverá rotinas e combinações de alimentos que permitirão alcançar seus objetivos. Ao planejar com antecedência suas refeições e saber exatamente o que deve e o que não deve combinar, você pode fazer escolhas inteligentes relacionadas às suas necessidades pessoais de alimentação e condicionamento físico, e isso evitará escolhas ruins e impulsivas que podem incluir alimentos gordurosos e com pouco valor nutritivo.

Outros ganhos incluem otimização do tempo no planejamento e preparação das refeições, redução de desperdício de alimentos e economia de tempo e dinheiro nas idas ao mercado – já que você focará apenas no que consta na sua lista, evitando, também, compras por impulso.

Para quem busca um emagrecimento saudável, o planejamento funciona como um guia que o aproxima do seu objetivo, ajudando a criar uma rotina mais equilibrada e adequada à perda de peso saudável.

Saúde alimentar: como começar o seu planejamento?

Agora que você já sabe mais sobre os diversos benefícios do planejamento alimentar para um emagrecimento saudável, conheça alguns passos que podem ajudar na sua implementação:

1. Estabeleça seus objetivos
Antes de começar, pense em quais são as suas prioridades. Você precisa ter mais disposição? Precisa emagrecer? Está sofrendo algum problema de saúde em decorrência do excesso de peso?

Ter isso claro ajudará você a se motivar com o planejamento e será importante para que o profissional elabore o seu cardápio de maneira mais assertiva.

2. Consulte um nutricionista
Para se ter mais saúde e alcançar os resultados visados, é indispensável contar com o apoio e o acompanhamento de um profissional de nutrição, que estabelecerá as opções mais seguras e indicadas para a sua rotina alimentar, determinando um cardápio equilibrado e que combine com as suas necessidades de perda de peso e preferências.

3. Equipe sua cozinha
Para facilitar a execução do que foi planejado, será preciso ter utensílios e recursos como embalagens para armazenamento de alimentos, liquidificador ou processador; cesto para higienizar frutas, verduras e legumes, entre outros equipamentos.

4. Avalie a sua rotina
A partir da orientação do nutricionista, você terá o plano ideal para a sua alimentação. Para colocá-lo em prática, considere como é a sua rotina. Qual dia da semana você pode reservar para ir ao mercado? Qual é o melhor dia para preparar alimentos? Quanto tempo para deixar tudo pronto? Essa organização prévia ajudará a manter a disciplina necessária para que o seu planejamento seja bem-sucedido.

5. Planeje uma mudança consistente
Ter mais saúde, bem-estar e equilíbrio depende não apenas da alimentação, mas da adoção de outros hábitos positivos. Praticar atividades físicas, ter qualidade no sono, controlar o estresse e não fumar ou beber em excesso são exemplos de iniciativas que potencializarão ainda mais os resultados do seu planejamento alimentar e contribuirão para você viver melhor e com saúde.

Para saber mais, baixe o nosso e-book de receitas saudáveis e inclua-as no seu planejamento alimentar. Entre em contato com nossa equipe e agende sua avaliação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *